10 NOVAS REDES SOCIAIS PARA 2020

Já parou para pensar quais as novas redes sociais que irão dominar o mundo da internet?

Na web não há somente twitter, Instagram e Facebook, há outras redes sociais. No mundo digital as plataformas vêm e vão.

Se você já utilizou o Orkut e o Snapchat aposto que nunca imaginava que eles entrariam em desuso, não é mesmo? Ou seja, nenhuma rede social está imune a cair no esquecimento.

Na era de conexões cada vez mais rápidas elas podem tanto ganhar poder ou desaparecer de uma hora para outra. E por isso há várias aspirantes a novas mídias dominantes, e falaremos sobre elas nesse artigo.

Conheça nesse artigo as novas principais redes sociais que virão balançar o mercado nesse ano de 2020.

10 Redes sociais em ascensão em 2020

Dezenas de redes sociais surgem a cada ano e para 2020 selecionamos algumas que provavelmente ganharão espaço no mercado.

Shoelace

É considerar uma plataforma essencial, mas que não ganhou a devida atenção, e o motivo para se destacar é por se tratar da nova rede social do Google.

A companhia tem grande experiência no ramo: Youtube e o antigo Orkut, são exemplos. Com a finalização do Google+ devido ao seu fracasso, a Shoelace é a nova aposta da maior empresa de publicidade do mundo.

Tanta atenção a ela, é devido ao Google dominar dois dos maiores mercados do marketing digital. Tanto a mídia paga (links patrocinados) quanto tráfego orgânico (SEO) são conduzidos pela empresa.

Seja por mediante o Google Ads ou do mecanismo de buscas, é sempre bom ficar atento aos lançamentos da companhia.

Criada em 2019, a Shoelace aposta em interesses e eventos para conectar pessoas, e sua grande sacada a fim de voltar a figurar entre as grandes redes sociais interativas.

A princípio é voltada apenas para dispositivos móveis e tem como principal objetivo o encontro presencial dos usuários, indo na contramão das demais redes sociais. Por meio dos chamados “loops”, a rede estimula o contato entre pessoas que comparecem em lugares semelhantes, bem como sugere eventos para encontros.

Ou seja, uma nova forma de combinar encontros com os amigos e conhecer novas pessoas.

Hello

Desenvolvida pelo mesmo criador do Orkut conjuntamente com um grupo de engenheiros do Google, a Hello promete ser o ambiente seguro para amizades verdadeiras.

Segundo seu fundador, Orkut Buyukkokten, os laços nas redes sociais são muitos fracos e sua plataforma vem para estabelecer laços profundos, mudando o panorama atual.

Ele ainda afirma que o intuito é bater de frente com a rede social Facebook, atraindo o público com a promessa de ser livre de anúncios.

O foco é dispositivos móveis e parece acompanhar a maioria das novas redes sociais.

Aliás, seu diferencial é que seu algoritmo é baseado em personas. Ou seja, visa auxiliar o encontro de usuários com interesses semelhantes e locais próximos (por sinal bem parecido com o Shoelace)

Exemplo, se você assinalar o interesse em gatos, sapatos ou futebol, p bot dá preferência para conexões de gostos parecidos.

Dessa forma, postagens de desconhecidos podem aparecer no feed de notícias, um diferencial peculiar.

Esse aplicativo já está disponível no Google Play e App Store.

TikTok

Criada em 2016, a TikTok já conta com mais de 1,5 bilhões de usuários mensalmente ativos com o lema de “faça seu dia”, a rede social tem como foco compartilhar vídeos criados por pessoas comuns.

Em 2018 ele foi mais baixado que Instagram e Facebook, pra se ter uma ideia.

Nela, as pessoas se divertem gravando vídeos curtos (de 15 a 60 segundos) e criam clipes musicais com cenas engraçadas, mas o ponto forte são as dublagens. Onde, seus usuários podem inserir filtros animados e efeitos visuais, textos, músicas e sons para tornar os vídeos bem mais interessantes.

O recurso é um sucesso nos segmentos de evento, moda, mídia e entretenimento, porém tem grande potencial de expandir para outras áreas. No cenário nacional, temos como grande utilizador do aplicativo, o humorista Whindersson Nunes.

Vero

Em 2018, essa rede social ganhou grande destaque na mídia e o motivo foi por ela se posicionar como alternativa ao Instagram e Facebook. Ela leva em consideração tudo que boa parte dos usuários reclama sobre as plataformas. Primeiro porque não tem algoritmo, o feed é apresentado de forma cronológica.

Segundo, porque não há captação de dados do usuário, algo que gera preocupação.

Por fim, não aceita anúncios. O modelo feito por Mark Zuckerberg demorou, mas encontrou um método escalável.

Surgiu uma rede social que promete resolver quaisquer problemas enfrentados pelos usuários nas plataformas mais famosas. Portanto, nesse cenário, a Vero surge como ameaça ao monopólio das mídias digitais, trazendo benefícios aos internautas.

Quora

A Quora é a rede social com grande diferencial: qualificação do público.

Baseada em perguntas e respostas, ela aposta nesse método para questionamentos e esclarecimentos aprofundados.

Por exemplo: você tem uma dúvida sobre o dia a dia de um astronauta. Ao fazer uma pergunta ao Quora, há grandes chances de ter a resposta por alguém que realmente visitou o espaço. E isso se expande para diversas áreas.

No momento, a base de usuários residentes na américa é enorme, contando com as melhores respostas. Seu sistema é baseado em “upvotes”, votos dados por usuários para classificá-las de acordo com a relevância.

Pouco a pouco os brasileiros vão aderindo à plataforma que promete ser uma das redes sociais mais bem-sucedidas de 2020. Outra vantagem dela, é ter a possibilidade de se firmar como referência em determinado assunto.

Quando um autor ganha destaque, torna-se um “Top Writer” e recebe o título da aplicação, ou seja, título de autoridade que gera várias possiblidades de negócios.

MeWe

A proposta principal da MeWe, é combater a prática de quebra de privacidade, se autodenominando como a “a próxima geração de rede social”

Em sua página inicial, estampa com orgulho os dizeres “sua vida privada #not4sale (não está a venda)”. E ainda complementa: “Sem propagandas. Sem rastreio. Sem bobagens.”

Ela investe pesadamente na criação de um ambiente seguro. A ferramenta também não possui algoritmo, sendo utilizada a ordem cronológica a fim de alimentar o feed de notícias.

Na era onde pessoas se preocupam cada vez mais com a privacidade, vale a pena investir nesse tipo de novidade.

WeChat

Provavelmente você já sabe que o WhatsApp é o aplicativo dominante nos smartphones brasileiros. E o WeChat, que tem essência parecida, teve crescimento há alguns anos, porém entrou em desuso logo após.

Entretanto a verdade é que enquanto o WhatsApp apresentou poucas atualizações, o WeChat foi além. Pois ele permite efetuar compras e investir em outras necessidades do usuário em um único aplicativo.

Ela também conta com o modelo do feed assim como o Twitter, Instagram e LinkedIn. No momento, a maioria das features só funciona na Ásia, porém tende a entrar forte no mercado ocidental.

Reddit

Você até pode nunca ter ouvido sobre a Reddit, porém ela se tornou um fenômeno nas terras gringas. Se você não acredita, saiba que a ferramenta sai na frente de concorrentes maiores como LinkedIn e Twitter em números de usuários.

É baseada em um sistema de fóruns, agregando diversos temas compartilhados, comentados e reagidos de maneira simples. Quanto maior o número de votos que uma resposta recebe, maior é sua relevância.

Simples, não? Seu grande diferencial está nesse poder de votação, que concentra o poder nas ideias, e não nas pessoas.

Nessa plataforma, as melhores ideias – muitas vezes consideradas inusitadas – saem na frente. Você encontrará discussões sobre o brinco que uma estrela de cinema utilizou em um filme lançado há dez anos.

Outros assuntos incomuns como, forma de criar roupas de ursinhos de pelúcia de tamanho grande. A questão é que o Reddit é um fenômeno que não pode passar despercebido, embora seja pouco conhecido no Brasil, pode ser que esse cenário mude a qualquer momento.

Twitch

Como qualquer outro segmento, a indústria de games sofreram transformações relevantes na última década, não só em gráficos, armazenamento e desempenho. Mas também na forma como são consumidos.

E a plataforma que percebeu isso foi a Twitch. Com mais de 15 milhões de usuários diariamente ativos, não pode ser ignorada por profissionais que querem destaque no futuro.

E como funciona? Um streamer (pessoa que realiza a transmissão ao vivo) joga seus videogames preferidos enquanto outros usuários assistem e interagem.

Se aparenta com algo que não agrada muito, você está enganado. Afinal, os jovens realmente sentem-se próximos de seus ídolos principais por meio da plataforma, e aproveitam seu tempo livre interagindo com pessoas às distâncias.

Ela é certamente uma rede social que eleva a influência de seus broadcasters a outro patamar.

Wattpad

“As pessoas não leem tanto quanto antigamente”

Você também já ouviu essa frase?

Eu também já perdi as contas de quantas vezes a ouvi. Porém eu não teria tanta certeza, afinal o Wattpad está aí para provar o contrário.

No cenário onde o storytelling dia após dia ganha força, a plataforma se mostra como o maior celeiro de autores do mundo. Mais de 80 milhões de pessoas se conectam para compartilhar histórias em mais de 50 idiomas, dentre eles, escritores profissionais e amadores que criam narrativas fabulosas.

A comunidade brasileira é extremamente engajada. É grande o volume de conteúdos criados em português, provando que a ferramenta vem ganhando grande espaço no cenário nacional.

Conclusão

No ambiente extremamente dinâmico como a internet, não temos como saber o que surgirá amanhã.

Entretanto, sem dúvidas o futuro do marketing digital e das novas redes sociais está interligado. Dessa forma, empresas e profissionais devem se manter por dentro das tendências e ferramentas desenvolvidas para atender aos usuários.

Mudanças certamente acontecerão – e é essencial estar preparado para elas.