Como esses sistemas podem auxiliar no crescimento da organização. 

O que é ERP?

Sistemas que auxiliam gestores empresariais são uma realidade. É raro uma empresa que não utilize o serviço de um sistema de um computador, seja para controle de caixa, contabilidade de estoque ou atendimento ao cliente. Há atualmente um único sistema que é capaz de realizar diversas tarefas ao mesmo tempo: o ERP.

ERP é uma sigla para Enterprise Resource Planning – Muito comentado no mundo dos negócios, esse tipo de sistema já é comum em organizações de grande porte e conforme o passar do tempo começou a ser adotado, igualmente, por médias e pequenas empresas por garantir inúmeros benefícios. 

Fizemos um post especialmente falando sobre o que é ERP, suas funcionalidades, aplicações, benefícios entre outras informações. Confira logo abaixo.

Por que Utilizá-lo?

Esse sistema permite ter uma visão geral do seu negócio, além disso, fornece dados em tempo real. Qualquer informação necessária para fazer uma análise de crescimento ou uma mensuração de vendas mensal estarão disponíveis sem muito esforço, portanto, basta somente acessar o software. 

Ao implantar esse sistema, o gestor terá em mãos informações e visibilidade sobre quaisquer setores do seu negócio. Pois esse tipo de software é formado por uma série de módulos integrados que utiliza apenas uma base de dado em comum.

Ele é capaz de ser personalizado conforme as necessidades de cada empresa, portanto não é preciso investir em recursos que não serão utilizados. Em conclusão, ele permite que se mantém os módulos que possuem demanda e retire os que não serão usados, minimizando assim o tempo de implantação e otimizando o sistema.

Partes do Sistema ERP

Esse sistema é dividido em níveis, o que garante o funcionamento absoluto e auxílio às atividades gerenciais.

São elas:

Apresentação

Nível do sistema que o usuário fará uso, onde ele utilizará para realizar consulta de informações e entrada de dados. Composto por formulários que permitem inserir dados, bem como, se comunicar com o nível de processamento lógico.

Processamento lógico

Considerado o coração do sistema é o principal responsável pelos resultados conquistados. É nele que se realiza o cruzamento de informações a fim de encontrar dados relevantes para o administrador, onde também distribui informações entre os demais níveis.

Armazenagem

Nível responsável pelo armazenamento de todos dados levantados e salvos para consulta posterior. Uma rotina elaborada de backup de dados é de extrema relevância para proteção de informações.

A importância do ERP

No mercado o nível de concorrência é muito alto e as empresas não podem se dar ao luxo de perder tempo com questões burocráticas ou erros bobos de armazenamento de dados. 

Esse software automatiza os processos – faturamento, folha de pagamento, mensuração de vendas . Permite que os colaboradores responsáveis anteriormente por essas funções dirijam seus esforços para outras tarefas, com toda certeza, esse seja o principal objetivo do ERP.

O monitoramento de dados em tempo real permite que os colaboradores entendam com facilidade quais são os pontos de melhoria. Em conclusão, se a busca por algum produto está grande, o responsável pelo estoque fará rapidamente a solicitação de mais unidades, quase ao mesmo tempo.

Quando é possível implementar?

 

O custo de implantação do ERP tende a variar mediante o porte de cada empresa e suas necessidades. Por isso é preciso levantar informações como: quanto ele pode melhorar o lucro da organização, qual o valor disponível para o investimento e analisar propostas de fornecedores.

Adotar esse sistema não se trata de questão de gosto, mas sim de investimento estratégico. E o que difere uma empresa de sucesso de outra são as estratégias implantadas.

A implantação de sistemas não é simples e rápida. Não pode ser realizada de forma genérica. Demanda tempo desde a idealização a operação do ERP, e claro, dedicação por parte dos gestor e colaboradores.

Os resultados demoram um certo tempo para vir e é parte do processo. Para que os sistemas de ERP funcione é preciso adequá-lo a situação da empresa, assim como, deixá-lo lidar diariamente com os processos.

Benefícios do Sistema Gerencial

A praticidade de obter dados atualizados e precisos, a fim de encontrar focos de melhoria e tomar ações assertivas é um dos principais benefícios desses sistemas. Podemos destacar também:

Controle de Processos

Todas as ações da empresa passam a se desenvolvidas com o apoio do ERP, padronizando atividades e processos o que facilita o controle e evita falhas.

Minimização de Erros

Com a implantação do sistema a maior parte das atividades passam a ser automatizadas e diminui a interação humana. A redução de erros vindos de falha humana é esperada já que as tomadas de decisões passam a ser asseguradas por análise de informações.

Estoque Reduzido

Ao garantir uma visão contínua sobre toda empresa, é possível analisar aspectos da compra de matéria-prima. Ou seja, qual a quantidade necessária, um fator que contribui para a diminuição do estoque.

Diminuição de pessoal

Com as tarefas da empresa automatizadas há a redução do número de trabalhadores, o que gera impacto direto sobre os custos de operação e também com gastos trabalhistas.

Aumento de produtividade

As áreas da empresa passam a ter acesso a dados gerados pelas outras, proporcionando interação e colaboração entre os profissionais, aumentando assim o nível de produtividade geral.

Os sistemas foram criados para melhorar os resultados da empresa, que estão cada vez mais adotando essa tecnologia com o intuito de ganhar competitividade e espaço no mercado.

Investimento gera Lucro

A implantação e utilização correta do sistema resultará em ganhos. Por meio de um ERP a organização terá capacidade de controlar a duração de processos com autossuficiência.

O que esse sistema propõe é a integração entre as atividades empresariais fazendo com que todos os processos sejam executados em ritmo acelerado. As informações em tempo real permitem que os setores sejam informados sobre qualquer alteração do processo produtivo, quase que eliminando a possibilidade de erro devido a falta de informações.

Em conclusão, os prazos serão controlados, assegurando a eficiência na produção, o que irá refletir na redução de custos operacionais.

Em termos práticos, os prazos terão um controle mais estrito, garantindo a produção eficiente de todos — refletindo em custos operacionais menores e lucros elevados.

Conclusão

A implantação de um Sistema Gerencial na empresa tem que ser visto como um investimento. Afinal, mediante todos benefícios que ele promove, faz com que o negócio cresça rapidamente, gerando mais lucro e reduzindo desperdícios. Para saber mais sobre esse tipo de sistema e outros softwares, entre em contato conosco ou siga-nos nas redes sociais, e veja qual solução temos para você.